Onde mochilar, comendo bem e barato, em Santa Catarina?

O estado de Santa Catarina é mesmo lindo demais e com atrações versáteis para o verão praiano e para o famoso inverno de temperaturas abaixo de zero. E para quem leu a crônica sobre o desbravamento da região, já sabe que pode esperar paisagens deslumbrantes e boas risadas com a criatividade do povo catarinense.

neve em são joaquim
A neve de São Joaquim

Antecipo que minha cidade preferida até o momento é a pequena Pomerode, um município de colonização pomerana, ao estilo de Domingos Martins ou de Santa Maria de Jetibá, com um toque a mais de requinte e excelentes opções de gastronomia. Mas é possível gastar pouco para conhecer este pedacinho do Sul do país? Vamos descobrir como!

Florianópolis

Vídeo do nosso canal no Youtube, aproveite e se inscreva!

Assim como Vitória, Florianópolis fica, em sua maior porção, localizada em uma ilha. E apesar do glamour que remete à Jurerê Internacional, ao norte de Floripa, e à Praia da Joaquina, ao leste, é possível fazer uma viagem econômica para a Ilha da Magia, como é chamada. Mares calmos, bravos, disputados ou quase privativos são encontrados ao longo da cidade. Cabe ao freguês escolher a sua opção.

O que fazer

Para quem quer pegar uma praia, a famosa Praia dos Ingleses pode cobrar barato pela diversão. Ao exemplo do que faz o Portal Beach Clubpor módicos R$ 10 por pessoa torna-se possível aproveitar piscina, guarda-sol e cadeiras, além de ser possível consumir no local.

Já para o público LGBT, a indicação é a praia Mole, ao leste da ilha de Florianópolis, bastante procurada também para a prática do surf devido ao mar agitado. O forte em seus bares e restaurantes é a música eletrônica. Ao seguir a trilha da ponta esquerda de pedras será possível encontrar a praia da Galheta, onde é permitido o nudismo.

Para quem quer uma pitada extra de emoção, a recomendação é a trilha da Lagoinha do Leste, ao sul da capital. A entrada de mais fácil acesso é a do Pântano do Sul, com uma subida de uma hora de duração. O resultado faz valer cada minuto de esforço. Vale lembrar que não há comércio na região, logo, é importante levar lanche e água.

ilha do campeche
A Ilha do Campeche, em Floripa

Outra atração famosa na cidade é a Ilha do Campeche, no entanto, o valor não compensa muito, já que o trajeto até o destino pode ser feito em um bote com pouca segurança e que o impacto visual do local é superado por diversos outros pontos de Florianópolis.

Onde comer

Um local descolado, onde rola um karaokê e conta com preços justos é o Friend’s Coffee, cuja decoração é inspirada na série Friends. Atenção à coxinha gigante: um sucesso. Fica no bairro Trindade e é possível chegar facilmente de ônibus.

Para quem não resiste a uma boa pizza ou massa, a Parma Pizza, localizada na região de Santa Mônica, é uma boa opção custo x benefício, sendo possível gastar por volta de R$ 20 para comer bem.

Onde se hospedar

Para os mais ousados e aventureiros, uma opção é acampar. E o mais famoso camping é o Parque do Rio Vermelho, na praia de Moçambique, ao leste da capital. A diária fica em R$ 30 por pessoa, sendo que é possível pagar menos para passar o dia e aproveitar a estrutura que fica dentro de uma reserva florestal.

Em termos de locomoção, o melhor é se hospedar no centro de Florianópolis e aproveitar o TICEN (terminal central de ônibus). Fica fácil para quem chega de ônibus à cidade, apesar de ficar distante do aeroporto. Além disso, o centro da cidade conta com o Shopping Beira Mar, com opções diversificadas de alimentação para os diferentes tamanhos de bolso.

É importante destacar ainda que o momento mais barato para se hospedar em Floripa é no inverno, já que a cidade “bomba” no verão. A aposta são os hostels e o couchsurfing, que consiste em se hospedar na casa de um desconhecido, o que é uma boa forma de fazer amizades para os mais desprendidos e corajosos.

Um hostel bem avaliado no Trip Advisor é o The View, localizado na Praia Mole, de frente para o mar, com bar próprio e wifi.

São Joaquim

O que fazer

Conhecida como a cidade mais fria do Brasil, São Joaquim também é conhecida pela produção de maçãs e de bons vinhos. Assim, é possível visitar, por exemplo, as vinícolas da região, como a Villa Francioni, que produz títulos como o Joaquim. Os valores, com direito à degustação, variam de R$ 40 a 80 por pessoa.

 

O município em si não é exatamente repleto de atrações turísticas, contando com opções típicas de uma cidade de interior: praças e igreja matriz. Além disso, há a Exponeve, uma feira de produtos típicos da região. Também é possível visitar a Belvedere, uma escadaria que leva a um mirante de onde forma-se uma visão panorâmica da cidade.

Para quem está na região, torna-se obrigatório dar um pulo na Serra do Rio do Rastro e conferir seus recortes. O local é famoso entre motociclistas de todo o Brasil e faz do percurso a Route 66 brasileira.

Onde comer

O restaurante Pequeno Bosque é sem dúvidas um dos melhores da cidade, com opção de sequências de fondue, vasta carta de vinhos, carnes e massas. O preço é um pouco salgado, no entanto.

De mesma propriedade, há o chocolate caseiro Do Bosque, com loja principal em Gramado, no Rio Grande do Sul. A chocolateria é uma parada obrigatória para os amantes de doces, sendo que lá é possível desfrutar do fondue de chocolate preto ou branco, por peso, além da variedade de cafés, capuccinos, chocolates quentes e sobremesas.

Na mesma rua do Pequeno Bosque existem também diversas opções de restaurantes mais em conta, inclusive alguns que contam com rodízio de carnes.

Onde se hospedar

A dica para quem tiver alugado carro é ficar hospedado no município vizinho, Urubici, com mais opções em termos de hotelaria e até mesmo de entretenimento. Com hospedagens para todos os gostos, os menores preços se situam por volta de R$ 75 a diária, ao exemplo da pousada Índia Nativa. Para quem preferir ficar mais próximo ao centro de São Joaquim, uma boa opção de pousada é a Boa Vista, com diárias a partir de R$ 120 em quarto duplo.

Pomerode

O que fazer

Pomerode é uma cidadezinha encantadora e acolhedora, que lembra a famosa Campos do Jordão, em São Paulo, ou mesmo Gramado, no Rio Grande do Sul. Infelizmente cheguei atrasada para o Festival Gastronômico, que ocorreu ainda neste mês. No entanto, opções de gastronomia e de “choperias” não faltam. Para facilitar, quando for pedir uma cerveja, peça em alemão: Ein Bier! (pronúncia: ain bia) Todos entendem e retribuem com um sorriso no rosto.

Pomerode Santa Catarina

Localizada a 175 km de Floripa e a 33 km de Blumenau, o município conta com atrativos como a Rota do Enxaimel, com construções ao melhor estilo germânico, sendo que é possível realizar o trajeto todo de bike. Além disso, é possível visitar a casa do imigrante Carl Weege, toda decorada.

Há também a oportunidade de conhecer o Museu Pomerano, com objetos dos colonizadores que vieram daquela região da Europa, e a Casa do Escultor, que conta com aproximadamente 300 obras. Outro passeio interessante é a ida ao Memorial Arthur Schmidt, em espaço projetado em anexo à fábrica de porcelana Schmidt.

Os melhores momentos para visitar a cidade são os das épocas festivas, como por exemplo durante a Festa Pomerana, ou mesmo durante a Osterfest, que é a celebração da páscoa, em que ocorre a pintura dos ovos. Além destas, durante parte do mês de julho é possível conciliar o frio com o já citado festival gastronômico que toma lugar em Pomerode.

Onde comer

O destaque da cidade é justamente o fato de ser um polo gastronômico. Entre os pratos famosos estão o Hackepeter, parecido com um tartare de carne, o Marreco recheado e o Kassler, que é composto por bistecas de porco defumadas. Outra tradição tipicamente alemã e adocicada é a Cuca, que é uma espécie de bolo com massa de pão que recebe uma farofinha por cima.

Vale também destacar os chocolates premiados Nugali, os quais também contam com fábrica e loja da fábrica na cidade de Pomerode. A marca já recebeu medalhas de prata e de bronze no International Chocolate Awards, além de já ter sido reconhecida como a melhor produtora de chocolate artesanal do Brasil.

Alguns dos restaurantes recomendados são o Wunderwald, tipicamente germânico colonial, o Funiculí Funiculá, de autêntica culinária italiana, com opção de rodízio de massas, e o Opa, uma pizzaria deliciosíssima e descontraída.

Onde se hospedar

Algumas boas pousadas na cidade são a Oma Helga, bem alemã, a pousada Rural Mundo Antigo, que fica no centro e conta com chalés e amplo espaço de lazer completo, e a pousada Max. Para quem busca bastante conforto, há também a pousada Blauberg, que serve um delicioso café da manhã.

Beto Carrero

Conhecido por ser o maior parque de diversões da América Latina, o Beto Carrero World fica no município da Penha, ao norte da Catarina, a pouco mais de 100km da capital Florianópolis. As atrações encontradas no parque agradam a toda a família, com opções de entretenimento para crianças, jovens e adultos. Experimentem também esticar o passeio e visitar Balneário Camboriú.

Para quem nunca foi a Orlando e não tem sequer previsão de ir, já que o Dólar tem se tornado cada vez mais um empecilho para uma viagem internacional, o Beto Carrero atende e corresponde às expectativas. Para quem já foi aos Estados Unidos, ainda assim a melhor versão do Brasil em termos de diversão e adrenalina pode agradar muito. De todo modo, é importante saber que o foco das atrações se dá em torno dos baixinhos.

Para os que gostam mais de aventura, corram para as filas das montanhas russas Fire Whip e Star Mountain, além de perder totalmente o fôlego na torre de queda livre Big Tower, que alcança 120km/h em seus 100 metros de altura. Além disso, às 13 horas é possível assistir ao super show inspirado no Velozes e Furiosos: o Extreme Show.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s