#TBTtrip: uma imersão na Holanda

Nosso primeiro relato de bordo! Vocês pediram e eu trouxe: Especial Holanda

Voltei aos Países Baixos em 2014, depois de ter conhecido apenas Amsterdã, três anos antes. Na segunda visita, passei duas semanas no país e fiquei hospedada a maior parte do tempo na cidade estudantil de Groningen. Apesar disso, voltei à linda e inesquecível capital e fui, pela primeira vez, em Haia (Den Haag).

Amsterdam GIF-source.gif

#AMS:

A primeira coisa que eu fiz para explorar a capital foi o #freewalkingtour (confira essa hashtag no Instagram e saiba em que cidades este tour pode ser encontrado): dica valiosa e de baixo custo para fazer um panorama geral das principais cidades europeias. Nesse tour guiado pelas ruas da capital holandesa, conheci pessoas que também estavam viajando sozinhas e que, à partir daí, me acompanharam durante toda a estadia. Já em relação a dinheiro, cada participante paga o que pode de gorjeta aos guias (alguns pagam 5 euros, outros 10, outros 50, rs). É uma proposta interessantíssima e cheia de história e cultura regional, apresentadas por um nativo.

Aprendi que a Holanda é um país que sempre buscou receber as pessoas. Durante a guerra, abrigou judeus e até hoje é possível visitar o bairro judaico e o museu da Anne Frank. Essa falta de preconceitos até hoje é marca registrada e alvo de polêmicas como a descriminalização das drogas e a prostituição a céu aberto (na Red Light District não fotografe as moças, caso contrário poderá ser abordado pela polícia ou ser atacado por líquido de origem desconhecida, reza a lenda).

espaço em Amsterdã, com homem tocando violão
Canal em Amsterdã com música rolando

Agregando o que vivi nas duas trips, posso afirmar que é uma das cidades mais lindas que já imaginei ver. A magia dessa capital vai muito além do ideário de liberdade x libertinagem. É uma cidade receptiva a qualquer público, de qualquer idade. Bons cafés, excelentes museus (para TODOS os gostos, todos MESMO! Recomendo muito o do Van Gogh), comida popular muito atrativa (como os croquetes cheios de molho ou Bitterballen), moinhos de vento, locais estratégicos para fotografar (como as letras que compõem o nome da cidade) e muita beleza: canais, flores (em especial as tulipas), mercados e casas barco.

Eu, como jovem, me hospedei em hostel. Fiquei no Stayokay Vondelpark, com uma vista linda e relativo conforto. Experiência que eu recomendo com restrições nessa cidade: se você for uma mulher viajando sozinha, opte por um dormitório apenas feminino (vai por mim, fiz o contrário e tive que pedir pra trocar). Em relação ao parque, se for visitar, não deixe de passar uma tarde por lá, dar um giro de bicicleta e fazer uma pausa em um dos seus ótimos cafés e no belo restaurante Vondelpark3.

Falando de comida e snacks, não deixe de experimentar um bom StroopWafel legítimo (dois discos muito finos de biscoito com calda por dentro). De típico ainda há o arenque cru (haring), de preferência com cebola; os queijos renomados com bons vinhos em harmonia; e o já referido croquete. Um restaurante típico: o Moeders. Para quem quer fugir um pouco das opções nativas, apesar de eu achar que todo mundo tem que, no mínimo, experimentar um pouco de cada coisa nova, Amsterdã conta com a rede Vapiano, de gastronomia italiana e com preços relativamente acessíveis. Eu adoro! São espaços amplos, bem decorados, com setores divididos por risotos, massas, pizzas, etc. Uma delícia!

#HAIA:

Essa cidade é sofisticação, sede do governo e sede da Justiça internacional (Corte de Haia), motivo que faz com que receba também o turismo de negócios e voltado ao trabalho em geral. Mas, muito além disso, é extremamente gostosa para o turismo de lazer.

mulher com óculos escuros e sobretudo em praia holandesa
Pier da praia mais badalada de Den Haag

Apesar do pouco tempo em que passei na cidade, posso recomendar a praia mais badalada da Holanda: Scheveningen, que conta com um pier e roda gigante, atração que acaba valendo mais naquele frio e vento forte. Mas também vale a visita pelos vários bares da orla, um mais cool que o outro. No verão, funcionam cursos de surf e esculturas na areia.

No centro da cidade há o Grote Markt (Praça do Mercado), onde é possível desfrutar de boa comida e boa bebida. Uma dica de local é o Hoender & Hop, que serve carnes e um famoso frango assado, além de boa carta de cervejas e gim. Para quem não dispensa um hambúrguer, a opção típica é o Ich Bin Ein Hamburger, com cara de bistrô.

Curiosidades

Em primeiro lugar, como já comentado e pouca gente sabe, Amsterdã é a capital oficial do país, mas Haia é a sede do governo.

Um país de território tão pequeno conta com aproximadamente mil museus. Desses, o imponente Rijksmuseum é o museu nacional e conta com mais de um milhão de peças relacionadas à região.

A cozinha cotidiana é praticamente baseada em batatas.

Quase a metade do território fica abaixo do nível do mar.

Os holandeses foram alguns dos principais fundadores de Nova Iorque.

********

Captions on: English

Our first #tbttrip post is now available. This time we’ll talk about the Netherlands.

I’ve been to the Netherlands for the second time in 2014 to spend two weeks getting to know Amsterdam better and to also visit The Hague.

About #AMS:

The first thing I decided to do was a tour named #freewalkingtour: this is a highly recommendable tip, as well as a very cheap one (the costumer decides how much to pay for the local guides)! People joined the sightseeing throughout the Dutch capital and it was a possibility to get to know other people and make some friends to spend time during the intire journey.

I’ve learned that Holland is a country that have always tried to be receptive, even during the World War, housing the Jews. Nowadays it is possible to visit the Jewish neighborhood and Anne Frank’s Museum. This lack of prejudice is the symbol of the city, which is also known for decriminalization of drugs and prostitution in Red Light District (don’t try to photograph the girls, otherwise you could be put in jail or get some unknown liquid thrown on your face, so the legend goes).

According to my experience in Europe, I can tell you that Amsterdam is one of the most beautiful cities I have ever been to. The magic goes far beyond the idea of freedom. Everyone could feel at home, from the children to the elderly. Great cafes, excelent museums, popular attractive food (Bitterballen or Dutch Croquettes, as an example), windmills, strategic places to take some photos and loads of beauty: channels, flowers (as the tulips), markets and boat houses.

I, as a youngster, decided to stay on a hostel. It was called Stayokay Vondelpark and had a stunning view! Just be careful if you’re a woman travelling by yourself, try to choose females only bedrooms. About the park, try not to hurry. It is a great opportunity to spend the afternoon, ride a bike, visit coffeeshops and Vondelpark3 restaurant.

Talking about food and snacks, don’t you dare to forget trying wonderful StroopWafel (two thin layers of waffer with caramel syrup in between). There is also typical raw herring, served with lots of onion; tasty cheese that could be tried with a glass of wine; and the famous Bitterballen. Typical restaurant: the Moeders.

About #TheHague:

This city represents sophistication and this is also where the seat of the government takes place. Also, it is known for being the seat of the International Court of Justice. However, it is really inviting for leasure tourism as well.

Despite the lack of time I had in the city, I can recommend the most pop beach in the Netherlands: Scheveningen, that includes a beautiful pier and ferris wheel. The place is also inviting for the many cool bars. On summer, there are surf workshops and sculptures in the sand.

In the city centre there is the Grote Markt (Market Place), where people can appreciate good food and have some drinks. A very good tip is the Hoender & Hop, that serves meat and a famous roast chicken. For the ones who look for a happy hour, there are many different beers and gin. For the burgers fans, Ich Bin Ein Hamburger is the best place and looks like a French bistro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s